Atualizando informações ...

Viva Eu, Viva Tu, Viva O Rabo do Tatu!

Ref: 9788563877000
 
* Aqui sua compra é 100% segura, compre com tranquilidade.
Simulador de Frete
- Calcular frete
Frete e prazo de entrega
Descrição Geral

 

Sinopse:

O tatu era um bicho muito esperto e especial, apaixonado por música. Quando a banda passava, animada e festeira, ele saía de sua toca e ia correndo para o meio da rua, balançar o rabo e se sacudir no ritmo das canções. A meninada adorava transformar poesia em música, fazer rimas e dar gargalhadas. Animado, o tatu ia atrás, rodopiando, até que, um dia, se meteu numa grande confusão: foi parar dentro da tuba do Tito. E agora?

Tema:

Infantil, Cidadania

 

Gênero:

Nacional.

 

Literatura:

Infantil

 

Autor:

Cristina Villaça

 

Ilustrador:

Graça Lima

 

Páginas:

24

 

Acabamento:

Brochura

 

ISBN:

9788563877000

 

Ano de Edição:

2010

 

Idioma:

Português

 

Produto Digital:

Não

 

Dimensões:

24 x 18 cm

 

Autores:

"Sempre adorei a coleção "Disquinho", que ouvia quase todos os dias com meu irmão e minha irmã. As mais belas histórias eram contadas e musicadas, cheias de rimas e bom humor. Mas isso foi há muito, muito tempo. Quando adulta, descobri que aquelas gravações eram coordenadas por João de Barro, o Braguinha, o mesmo compositor que eu adorava desde pequena. São dele (e de Lamartine Babo e Alberto Ribeiro) algumas das minhas canções favoritas, como "Tourada em Madri", "Pastorinhas", "Capelinha de melão" e a adorável "Tem gato na tuba".  A Graça Lima desenhou um tatu que é igualzinho ao que eu tinha imaginado. Viva eu, viva tu, viva o rabo do tatu! é a nossa homenagem a Braguinha." - Cristina Villaça

CRISTINA VILLAÇA é educadora há mais de vinte anos. Mestra em Literatura Brasileira e Especialista em Literatura Infantil e Juvenil pela UFRJ, cria e conta histórias para adultos e crianças em bibliotecas, escolas, praças e livrarias.

 

"Sou carioca, criada num bairro onde tem uma reserva florestal, o Grajaú. Onde eu morava tinha um enorme jardim entre os prédios, e eu adorava ficar vendo grilos, vaga-lumes, brincar de broche com cigarras secas e até passear com um marimbondo. Perto da Reserva florestal costumávamos ver gambás, esquilos e micos. Um dia voltando da escola, vi um amontoado de crianças vendo algo muito interessadas. Também fui ver e era um tatu-bola! Eu fiquei encantada, pois ele era bem menor do que eu pensava e estava com uma coleirinha como um animal de estimação! A imagem daquele tatu ficou na minha cabeça. Eu me lembrei daquele tatu e desenhei pra vocês esse da história da Cristina. Espero que vocês gostem." - Graça Lima

Graça Lima é formada em Comunicação Visual pela Escola de Belas Artes/UFRJ, Mestra em Design pela PUC-RJ e doutoranda em Artes Visuais na UFRJ. ilustrou mais de cem livros e ganhou muitos prêmios, entre eles o jabuti quatro vezes.

 

 

Comentários

Produtos visualizados

Carregando ...